Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Nerd

Mais do que Cinema | Pessoal, Livros, Filmes, Netflix, Música

03.01.19

O Alfazema


O Alfazema

Novo ano, mudanças no blog. Pelo menos é isso que eu pretendo para 2019: dedicar-me mais ao blog. Comecei por mudar o meu nome "artístico" para O Alfazema. E porquê este nome? Passo a explicar:

 

O Alfazema

 

 

Lavanda

 

Alfazema, mais conhecida como Lavanda, é uma das minhas plantas favoritas e contém um grande significado para mim. Além do maravilhoso perfume da planta, a Lavanda possui benefícios medicinais como o alívio na ansiedade, insônias, stress, dores de cabeça, irritabilidade, dores musculares e cansaço. Já a composição química da planta, é dita possuir um poder oculto que faz com que a pessoa consiga lidar com o stress e com a tomada de decisão.

 

O Alpha

 

O Alfazema é ainda uma analogia com a frase "o alfa", que representa a primeira letra do alfabeto grego e por isso o mais importante. Isto diz respeito a me colocar em primeiro lugar e me mostrar dominante perante todos aqueles que me tentam rebaixar.

 

Podem-me seguir no meu novo Instagram, estando o meu pessoal também ainda disponível. Neste novo Instagram vou postar mais acerca do blogue. Criei também um novo Twitter, que deu lugar ao meu pessoal, onde podem também acompanhar as minhas críticas de filmes em primeira mão. E, ainda criei uma página no Facebook. O que acham das mudanças?

 

01.01.19

Welcome 2019


O Alfazema

Já falei algumas vezes aqui pelo blog que os últimos anos não têm sido muito agradáveis. O ano de 2017 foi um ano de mudanças para mim. Conheci novas pessoas, mudei muitos dos meus hábitos de vida, mas não mudei a minha mentalidade, que é uma das coisas que pretendo alterar em 2019.

 

Resoluções 2019

 

Para este novo ano que se aproxima, quero viver mais no presente e sem tantas preocupações. Quero dedicar-me mais à minha criatividade: com o blog e com a minha escrita. Quero ler mais, que raramente o tenho feito. Quero cuidar mais de mim, em termos de alimentação e hábitos saudáveis. Quero pensar primeiro em mim e na minha felicidade. Quero deixar de me preocupar com o que os outros pensam de mim. Quero manter na minha vida só quem realmente importa e aprender a me distanciar das pessoas que não me fazem bem.

 

Tenho mesmo muitos objetivos para este último ano, e, para ser realista, não seria preciso começar um novo ano para eu decidir mudar estes aspetos da minha vida. Mas, pelo menos, vou utilizar isso como um pretexto para o fazer. Eu tenho ainda um problema chamado preguiça, que me impedirá de realizar estes objetivos. Mas, vou mesmo esforçar-me este ano, e não passar o meu tempo a navegar pelas ofertas da Netflix, e realmente cumprir estes objetivos.

 

Quais são os vossos objetivos para 2019? Eu espero que seja muito melhor do que 2018!

 

29.12.18

Crítica de The Nun - A Freira Maldita


O Alfazema

The Nun - A Freira Maldita não é um filme tão mau quanto o pintam. Apesar de não estar ao mesmo nível dos restantes da franquia, os efeitos e os sustos são modernos e bem desenvolvidos. O argumento deixa muito a desejar, assim como os desempenhos.

 

The Nun Review

 

 

Sinopse

 

Quando uma jovem freira numa abadia da Roménia tira a sua própria vida, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes efetuar os seus votos finais são enviados pelo Vaticano para investigar. Juntos, descobrem o segredo profano da ordem.

Arriscando não apenas as vidas, mas a sua fé e suas próprias almas, enfrentam uma força maléfica na forma da mesma freira demoníaca que primeiro aterrorizou o público em "The Conjuring 2", quando a abadia se torna um campo de batalha horrível entre os vivos e os condenados.

 

Informações

 

Realizado por: Corin Hardy

Estreia em Portugal: 6 de Setembro de 2018

Idades: Maiores de 16

 

 

 

Opinião

 

Quando fui ver este filme, muitos amigos me tinham dito mal do mesmo. Por isso, não fui com muitas expectativas, mas o filme surpreendeu-me pela positiva. Sim, tem problemas. Mas já vi filmes muito piores. Julgo o filme como agradável e não como uma perda de tempo.

 

Os efeitos especiais estão bem desenvolvidos, sobretudo o aspeto da freira. E, no geral, a parte do terror está acima do padrão. Com sustos inesperados e cenas muito bem desenvolvidas. Também nas localizações e nos cenários o filme deslumbrou.

 

O filme peca nos desempenhos, que são fracos e deixam muito a desejar. O argumento, esse também não contribuí para um bom filme. Apesar de haver algumas boas ideias, elas nunca chegam a ser desenvolvidas e até deixam o espetador confuso.

 

The Nun, A Freira Maldita Crítica

 

 

Veredito

 

Apesar do filme não ser tão mau quanto dizem, também não dos melhores. E, sinceramente, se perderem este filme, não vai mudar a vossa vida. No entanto, se gostam de terror, eu acho que deveriam de ver.

 

Nota: 5/10

Rotten Tomatoes: 26%

 

29.12.18

Crítica de Pesquisa Obsessiva


O Alfazema

Searching, ou em português Pesquisa Obsessiva, é um filme inovador que conta com um argumento misterioso, surpreendente e cativante. Com um final satisfatório e inesperado, este é, sem dúvida, um dos melhores filmes do ano.

 

Searching Review

 

 

Sinopse

 

O desaparecimento da filha de 16 anos de David Kim leva a uma investigação policial. Após 37 horas sem uma única pista, David decide analisar o único local onde ainda ninguém tinha procurado, e onde estão todos os nossos segredos: o computador.

Num thriller contado através dos dispositivos tecnológicos diariamente utilizados para comunicar, David segue as pegadas digitais da filha antes que ela desapareça para sempre.

 

Informações

 

Realizado por:  Aneesh Chaganty

Estreia em Portugal: 27 de Setembro de 2018

 

 

 

Opinião

 

Neste filme incomum, o espetador acompanha a história através dos meios digitais do personagem. Isto é, o filme passa-se dentro do computador. Como se fosse uma partilha de ecrã, que nos vai contando a narrativa aos poucos, de uma forma bem estruturada. Desde vídeo-chamadas a vasculhar redes sociais, este filme prende-nos ao ecrã utilizando o seu ponto mais forte: o argumento.

 

Este é daqueles filmes criminais e misteriosos em que várias teorias vão surgindo e que nos levam a pensar quem poderá ter sido o responsável pela situação. Um dos pontos mais fortes é que nada do que nos levam a pensar se verifica, e o que de facto é que a verdade esteve sempre debaixo do nosso nariz.

 

Num desfecho satisfatório, o filme deixa-nos com a sensação de que acabámos de ver um filme com bons desempenhos, boa direção, uma boa banda sonora e um argumento cativante. Algo que está em falta nos filmes de hoje em dia.

 

Crítica de Searching

 

 

Veredito

 

Sem dúvida que recomendo este filme. Não só pelo seu argumento, mas também pelo seu formato invulgar. Fãs de boas histórias criminais e mistérios, vão ver o melhor filme da categoria, deste ano.

 

Nota: 8/10

Rotten Tomatoes: 92%

 

03.12.18

A Espécie das Pessoas Tóxicas


O Alfazema

Se há uma coisa que detesto neste mundo, são pessoas tóxicas. E infelizmente, isso é o que existe com mais abundância. Por cada amigo sincero que passa pela nossa vida, passam também, em compensação, umas vinte e cinco pessoas que possuem algum traço de estupidez. Não sou nenhum perito no assunto, mas venho aqui partilhar a minha opinião acerca de certos tipos de pessoas.

 

Pessoas Tóxicas

 

O Falso

Talvez o tipo mais comum desta espécie. Quem nunca teve um amigo pela frente, mas que depois era um inimigo por trás? Eu cá nunca consegui entender a razão disto. Há pessoas que vivem para causar intrigas entre os outros e tiram gozo desse desporto. Ainda houve tempos que eu pensava que era coisa da idade, mas já vi pessoas de meia-idade a fazer isto, por isso, penso que não existe cura.

 

O Gozão

O tipo mais irritante para mim e aquele que eu não consigo tolerar. Aquele que inferioriza todos à sua volta, elevando-se como o rei do planeta e melhor que toda a gente. Faz piada de tudo, especialmente dos mais fracos, mas procura sempre a aprovação dos mais populares. É um reflexo desta espécie para se manter popular por entre o seu grupo de amigos da mesma espécie gozão. Geralmente, o gozão é homofóbico, gordofóbico e tudo fóbico, menos a ele.

 

Como eu odeio mesmo esta raça, já tentei entender o que a motiva e cheguei a algumas conclusões: tem uma vida miserável e usa a arte de gozar como um mecanismo de dupla personalidade, para esconder a sua verdadeira personalidade; encontra-se inseguro consigo mesmo e tenta rebaixar todos aqueles que ele, secretamente, gostava de ser; foi criado num lar super conservador e foi ensinado a gozar com tudo aquilo que não é tradicional. Sim, esta raça ainda existe, e é das mais tóxicas que existe.

 

Sempre do Contra

Aquela raça que está sempre contra tudo, sem qualquer razão aparente. Só porque quer arranjar confusão e ver pessoas a arrancar cabelos. Esta raça nunca quer ver a felicidade de ninguém, e vai estar sempre a baixar a autoestima de todos aqueles que a rodeiam. Super tóxica, esta raça suga as boas energias e nunca se para de queixar sobre as coisas e agoirar sobre todos os cenários.

 

Amizades Tóxicas

 

Para já, estas são as raças desta terrível espécie, que eu me consigo recordar, mas claro que existem mais. Lidar com este tipo de pessoas é um assunto sério, e, tal como eu, quase todos nós já passámos por isso. A minha estratégia é ignorar (apesar de eu saber que às vezes é difícil) e podem ter a certeza que eu me afasto destas pessoas que em nada contribuem para a minha vida. Antes estar sozinho, do que rodeado com esta praga. Sejam sempre vocês mesmos e nunca mudem por ninguém. Por mais comentários que vos façam, tenham sempre orgulho de quem são e encarem esta espécie de cabeça erguida. Sei que não é nada fácil, mas saibam que não estão sozinhas!

 

02.12.18

Crítica de Cam


O Alfazema

Cam é um filme da Netflix que estreou há recentemente pouco tempo. Nesse dia da estreia, estava a passar a tarde com uma amiga e decidimos os dois ver esse filme. Nos primeiros minutos, o filme pode parecer secante, mas ele começa a cativar pelo seu incrível argumento, logo a seguir. Para quem espera terror, pouco vai encontrar; mas para quem espera uma história cativante, emocionante e misteriosa, então este filme é super indicado.

 

Estreia: Já está disponível como Original Netflix

Idade: Maiores 16

Duração: 1h34m

 

Review Cam

 

Quando eu vi o trailer deste filme fiquei bastante interessado. Adoro a atriz, Madeline Brewer, que desempenha neste filme o seu melhor desempenho de sempre e também porque gosto dos filmes do produtor Jason Blum, como Get Out.

 

Pensava que o filme fosse mais assustador, mas para meio do filme logo me apercebi que este não era esse tipo de filme e sim que se tratava de um filme dramático e misterioso. Mas o seu argumento é de tal forma tão fascinante e fora do comum, que nos prende a esse mistério do início ao fim e não desilude a fornecer as respostas.

 

É um filme satírico, sexual e muito moderno. Para se ver estes filmes não se pode possuir pudor pelos assuntos retratados e tem de se possuir alguma mente aberta para apreciar o final desta história. Esta narrativa não é a típica utilizada para todos os outros filmes. Este é um filme que foge dos padrões e se destaca por isso.

 

Recomendo, sem dúvida, a todos. É um dos melhores filmes que já vi este ano e estando ele na Netflix eu acho que ninguém deve de perder.

 

Classificação Blog Nerd: 9/10

Classificação Rotten Tomatoes: 93%

 

Mais sobre mim

foto do autor

Segue-me

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal